Entenda quais são as diferenças entre White, Gray e Black Hat SEO

O SEO é uma das estratégias mais conhecidas no mundo digital. Por meio dele, sites e blogs conseguem escalar até a primeira página dos buscadores e, assim, chamar a atenção dos usuários.

Por ser tão importante no Marketing Digital muitas empresas recorrem a estratégias pouco ortodoxas para tirar vantagem desse recurso. A partir disso surgiram o White SEO, Gray SEO e Black Hat SEO.

Cada uma possui características próprias e tem seus efeitos, nem todos positivos. Por isso, é preciso prestar atenção para não se prejudicar usando algumas estratégias dessas três vertentes do SEO.

Para que possamos conhecer melhor essas aplicações e como são empregadas, detalhamos cada uma delas. 

 

O QUE É SEO?

Search Engine Optimization ou Otimização para motores de busca é um conjunto de técnicas que ajudam a melhorar a posição de sites e blogs nos resultados de busca de plataformas como o Google.

Com o SEO é possível atender às boas práticas dos buscadores e fazê-los enxergarem a página como relevante para as dúvidas de seus usuários.

Tais técnicas envolvem o uso de linkagens externas e internas, uso de palavras-chave, otimização de títulos, parcerias com outros endereços, produção de conteúdo para sites e blogs,  entre outras coisas. 

No entanto, nem todo mundo utiliza essa tática de forma limpa. Algumas páginas na internet procuram chegar ao topo enganando os robôs dos buscadores. 

Dependendo das táticas usadas é possível determinar qual é o SEO praticado por determinada página.

 

WHITE HAT SEO

O SEO White Hat é pautado em métodos consistentes, bem planejados e estratégicos, que respeitam os requisitos  e parâmetros de posicionamento do Google, com conteúdos adequados e relevantes, utilizando links e demais recursos honestos.

Alguns exemplos são:

  •  Criação de conteúdos de qualidade, ou seja, que realmente entregam respostas às perguntas dos internautas;
  •  Participação em blogs parceiros;
  •  Boa atividade em redes sociais;
  • Preocupação com a navegabilidade das pessoas no site; 
  • Criação de sites responsivos;
  • Entre outros.

O termo White Hat surgiu dos filmes antigos de faroeste, onde o vilão usava o chapéu preto e o mocinho o chapéu branco. Daí vem o termo que traduzido do inglês é “ Chapéu Branco”.

Entre os três métodos, o White hat SEO é o mais indicado a ser utilizado, pois segue todos os princípios do Google e não oferece risco à reputação do seu site.

 

BLACK HAT SEO

O Black Hat SEO é o total oposto do White Hat SEO. Ele foi criado para burlar as regras do Google de forma mais agressiva.

Ele é utilizado por aqueles que compreendem muito bem os algoritmos e utilizam das brechas para se beneficiar e subir no ranking de busca.

Essa técnica desconsidera totalmente a experiência do usuário ao navegar pelo site, pois o seu único intuito é estar no topo.

Dentre as ações Black Hat estão:

  • Inserir determinada palavra-chave em um conteúdo de tema totalmente diferente apenas para ranquear-lo melhor;
  • Cloaking: estratégia que apresenta aos robôs um conteúdo diferente do que será mostrado aos usuários;
  • Spam em comentários;
  • Conteúdos ocultos para quem acessa a página (letras muito pequenas ou da mesma cor do fundo), mas que continuam sendo contabilizados pelo buscador;
  • Conteúdo duplicados, ou seja, que já foram publicados em outros lugares;
  • Entre outros.

Essas técnicas tem como objetivo enganar os robôs que fazem o rastreamento ou o próprio algoritmo do Google, responsáveis pela supervisão dos sites, fazendo com que o site ganhe muitas posições em pouco tempo.

 

EXEMPLO DE BLACK HAT

Imagine que você pesquise na internet “preciso de um contador para abrir uma empresa” e ao clicar no primeiro link dá de cara com um texto sobre carros. 

Isso aconteceu porque o administrador da página otimizou o conteúdo utilizando a palavra-chave “contador”. Assim, o algoritmo do Google entendeu que aquele é um conteúdo sobre o tema apesar de não ser.

Apesar de conseguir muitos acessos com estratégias do tipo, essa página logo foi punida. 

O Google percebeu que as pessoas não ficavam muito tempo na página e seu algoritmo cada vez mais refinado logo detectou a artimanha. 

Dentre as punições possíveis estão a queda de ranking e até mesmo a exclusão do site entre os resultados de pesquisa!

 

GRAY HAT SEO

O Gray Hat é exatamente isso que você está pensando: uma mistura de White Hat e Black Hat. 

Ele tem esse nome porque os gestores de site que o utilizam são caracterizados por usar todas as boas técnicas do White Hat, mas não se incomodam em ir um pouco mais além e recorrer a técnicas duvidosas do Black.

Essas pessoas buscam por ranqueamentos instantâneos, ou seja, subir nas páginas de resultados mais rápido. 

A grande diferença entre um e outro é a periodicidade da utilização e a quantidade. O Gray Hat usa as técnicas de Black Hat de maneira sutil, o que desvia a atenção e diminui as chances de punições do Google.

Apesar disso, esse não é um método recomendado. Lembre-se que os robôs de busca estão cada vez mais refinados para achar infrações facilmente.

 

VEJA QUAL A MELHOR FORMA DE EMPREGAR O SEO EM SEU SITE E APROVEITE

Sabemos que para melhor visibilidade do seu negócio perante os mecanismos de busca é necessário ter bastante relevância, considerando também curtidas e comentários, seguidores e postagens feitas. 

Sabendo de tudo isso, comprar curtidas no instagram ou qualquer outra rede social pode ser uma escolha arriscada. Mais seguro são as estratégias de SEO, que apesar de não tão rápidas, são mais efetivas e seguras.

Se você tem uma oficina mecânica especializada em serviços como balanceamento de pneus, por exemplo, utilizar o SEO é uma forma de demonstrar ao público que não só seu site como também sua empresa são relevantes. 

 

Afinal, nós temos sempre a impressão de que aqueles sites que aparecem primeiro para nós são os mais importantes e confiáveis. 

Não à toa os buscadores só apresentam em primeira página serviços e resultados de credibilidade. 

Assim, se um usuário pesquisar por “preço alinhamento e balanceamento” a primeira posição do seu site já será um credenciamento para ganhar mais clientes. 

Por toda essa importância, ficou claro que utilizar técnicas desonestas é também colocar a reputação do seu site e até empresa em risco. Lembre-se sempre de que assim como em outras áreas da vida, a reputação é algo construído aos poucos e com muito trabalho.

 

AO CONHECER, CONCLUÍMOS QUE… 

Podemos ver nesse texto que o White Hat SEO é o mais recomendado para a utilização, por ser algo mais seguro e que cumpre com todas as normas dos mecanismos de busca.

O Gray Hat SEO é a mistura do “bem” e do “ mal”, onde seu projeto inicial é pautado no White Hat SEO e possui desvios sutis para o lado do Black Hat SEO. 

Já o Black Hat SEO é um método que burla todo o código de utilização dos mecanismos, buscando sempre estar à frente. Porém, o risco de exclusão do site coloca todos os seus benefícios à prova.

Conteúdo produzido por Business Connection